Pular para o conteúdo principal

As principais razões para encerramento da conta do Google AdSense



Para ajudar você a entender as razões pelas quais as contas de editores podem ser desativadas, abaixo os principais motivos mais comuns para a desativação por tráfego inválido ou violações da política. 

Clique em anúncios no seu próprio site, canal do YouTube ou aplicativo


  • Não é permitido aos editores clicar nos anúncios exibidos em sites, canais do YouTube ou aplicativos de sua propriedade nem aumentar artificialmente as impressões ou os cliques recebidos pelos anúncios, seja de forma manual ou automática. Ao visualizar seus respectivos vídeos, os editores do YouTube precisam pular o anúncio para que os custos do anunciante não aumentem acidentalmente de forma artificial.

  • Se desejar mais informações sobre um dos anunciantes que aparecem no seu site, digite o URL do anúncio diretamente na barra de endereço do navegador.
  • Se você quiser clicar nos anúncios para verificar as páginas de destino ou ver mais detalhes sobre eles, use a Barra de Ferramentas do Editor do Google. A barra de ferramentas permite que você verifique o destino dos anúncios na sua página sem o risco de cliques inválidos.


  • Os editores da AdMob devem usar anúncios de teste (disponíveis para Android e iOS) para evitar a geração de cliques inválidos nos seus aplicativos.


Um ou mais usuários clicaram repetidamente nos anúncios no seu site, canal do YouTube ou aplicativo

  • Não é permitido aos editores aumentar artificialmente as impressões ou os cliques recebidos pelos anúncios, seja de forma manual ou automática. Isso inclui o teste em anúncios ativos.
  • Não incentive nem peça para amigos, familiares ou colegas de trabalho clicarem nos seus anúncios. Se você tiver testadores, peça a eles que evitem clicar em anúncios ativos.
  • Para testar anúncios em sites, use a Barra de Ferramentas do Editor do Google. A barra de ferramentas permite que você verifique o destino dos anúncios na sua página sem o risco de cliques inválidos.
  • Para testar anúncios em canais do YouTube, pule o anúncio para que os custos do anunciante não aumentem acidentalmente de maneira artificial.
  • Para testar anúncios em aplicativos da AdMob, use anúncios de teste (disponíveis para Android e iOS) para evitar a geração de cliques inválidos.


  • Os editores não podem pedir a outras pessoas que cliquem nos anúncios. Isso inclui pedir aos usuários para apoiar o site, canal do YouTube ou aplicativo, oferecer recompensas pelos cliques em anúncios e prometer arrecadar dinheiro para terceiros por meio dessas ações do usuário.


Geração ou recebimento de tráfego automatizado ou de bots

  • Impressões e cliques artificiais gerados por meio de métodos automatizados como bots ou software enganoso são proibidos. O tráfego automatizado pode ser gerado por um editor ou recebido por meio da compra de tráfego. É importante analisar as origens de tráfego antes de decidir trabalhar com elas. Tenha cuidado com programas que verificam os links exibidos no seu site, canal do YouTube ou aplicativo, pois eles também podem gerar cliques nos links dos anúncios.

Uso de uma origem de tráfego incentivada

  • Os editores não devem usar serviços de terceiros que gerem cliques ou impressões, como programas que pagam para clicar e para navegar, programas de navegação automática e de troca de cliques.

Manipular a veiculação de anúncios
  • É proibido manipular a segmentação dos anúncios para gerar anúncios com receita mais alta. Isso inclui o uso de palavras-chave não relacionadas ao conteúdo de seu site para conseguir anúncios irrelevantes.
  • Os anúncios não podem ser inseridos em IFRAMEs. Além de serem proibidas, as implementações impróprias podem causar discrepâncias entre relatórios. Também não é possível saber onde os anúncios estão sendo exibidos.


Incentivo para os usuários apoiarem seu site, canal do YouTube ou aplicativo por meio de interação com os anúncios


  • Os editores não podem pedir a outras pessoas que atualizem ou cliquem nos anúncios. Isso inclui pedir aos usuários para apoiar o site, canal do YouTube ou aplicativo, oferecer recompensas pela visualização ou pelos cliques em anúncios ou por pesquisas e prometer arrecadar dinheiro para terceiros por meio dessas ações do usuário.

  • Para a AdMob, existem anúncios com recompensas disponíveis por meio da mediação de terceiros (para Android e iOS). O comportamento incentivado em anúncios regulares da AdMob ainda é proibido.

Posicionamento de anúncios de maneira enganosa para os usuários ou geração de cliques acidentais
  • Os editores não estão autorizados a incentivar os usuários a clicar em anúncios do Google de forma alguma. Isso inclui, sem limitação:
    • a implementação de anúncios de modo que eles possam ser interpretados incorretamente como outro conteúdo do website, como links de menu, navegação ou download;
    • a modificação do tamanho do anúncio de modo que ele fique diferente do padrão e invisível ou difícil de ver para o usuário;
    • o posicionamento de anúncios muito próximo aos elementos da página ou em uma tela que exige interação intensa com o mouse ou por toque. Consulte as diretrizes para mais detalhes sobre as implementações consideradas enganosas.
  • Leia as postagem do blog do Google AdSense sobre clickjacking para saber como o Google combate as tentativas de enganar os usuários para que eles cliquem nos anúncios.

Anúncios incorporados a aplicativos

  • Os editores não estão autorizados a incorporar anúncios em aplicativos de software. Isso inclui barras de ferramentas, aplicativos de área de trabalho, extensões do navegador etc. Às vezes, também pode incluir aplicativos hospedados em sites de terceiros quando a implementação leva a cliques inválidos de usuários que não pretendem clicar nos anúncios, mas o fazem acidentalmente. Os editores que optam por veicular anúncios em aplicativos para dispositivos móveis devem fazê-lo apenas com o SDK da AdMob. O SDK do AdSense para vídeos ou do AdSense para jogos também está disponível para quem veicula anúncios em conteúdo de vídeo ou Flash.

Leia também: 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reportar pornografia no Google+

Vários usuários que utilizam o Google+ estão reportando o grande número de pornografia em comunidades da rede social.
A equipe do Google+ já está ciente do problema, e está trabalhando para resolver.
Se você é moderador de uma comunidade, recomendo que ative a opção "Manter as postagens para análise", assim você irá analisar e aprovar as postagens antes que elas sejam vistas pela Comunidade.
Você pode também denunciar postagens, fotos, vídeos ou perfis no Google+ que sejam impróprios. A equipe do Google tomará as medidas necessárias em relação aos conteúdos que identificar como infratores da Política de Conduta e Conteúdo do Usuário. Poderá, por exemplo, remover o conteúdo ou banir os usuários.
Para saber como enviar a denuncia, recomendo que leia o artigo na central de ajuda do Google+ a seguir: Denunciar spam, abuso e conteúdo impróprio

Problemas com a guia Layout do Blogger

Olá pessoal! Alguns usuários estão com problema na guia "Layout" do Blogger, e o problema não está sendo ocasionado por causa de templates de terceiros, pois outras guias (Visão geral, Postagens...) do painel do Blogger também está com problemas.
Para solucionar o problema criei um Style para ser usado temporariamente no Google Chrome, enquanto a equipe do Blogger trabalha no problema.
Caso você não tenha o app do Style instalado em seu Google Chrome, acesse o link a seguir para instalar: 
Instalar Style
Para instalar o style criado para solucionar o problema, acesse este link: https://userstyles.org/styles/132406/problema-com-as-guias-do-blogger
Após instalado, acesse draft.blogger.com e selecione a opções para o style começar a executar.

Pronto! É uma solução temporária enquanto o problema não é reparado. 

Atualização 16/09/2016

O problema parece que foi solucionado no modo rascunho do Blogger. Acesse https://draft.blogger.com Recomendo que faça a limpeza do cookies e cache do nav…

Ganhe créditos no Google Play com Google Opinion Rewards

Responda a pesquisas rápidas e ganhe créditos do Google Play com o Google Opinion Rewards, um aplicativo criado pela ferramenta Pesquisa de opinião Google.
É fácil começar a usar esse recurso. Faça o download do aplicativo e responda a perguntas básicas sobre você. Será enviado pesquisas a você cerca de uma vez por semana (essa frequência pode ser maior ou menor). 
Você receberá uma notificação no seu celular quando houver uma pesquisa breve e relevante ao seu perfil. Além disso, você poderá receber até R$3,00 em créditos do Google Play para respondê-la. As perguntas podem variar de "Qual logotipo é melhor?" e "Qual promoção é mais interessante?" a "Para quando você está planejando sua próxima viagem?"
Para instalar, clique no botão abaixo: